sexta-feira, 28 de junho de 2013

Minha Esposa Melissa no Carnaval

"Melissa - Minha Esposa no Carnaval"

Somos realmente casados e adoramos uma sacanagem com segurança. Já realizamos várias fantasias com homens e casais. Adoro ficar assistindo Melissa gozando gostoso e também participar.
Melissa é gostosa, morena, seios grandes e duros, bunda gostosa, bonita, gosta de sexo total, principalmente chupar (sua especialidade), quem experimentou não se arrependeu.
Em 1998 passamos o carnaval em São Mateus-ES. Fomos desta vez só nós dois, pois queríamos ficar mais à vontade e nos divertir bastante e também Melissa poderia liberar seu lado exibicionista, pois em nossa cidade isto fica meio complicado.
No primeiro dia, pela manhã, fui a padaria e ela me disse para demorar um pouco pois tinha uma surpresa agradável, para começarmos nosso carnaval.
Quando retornei, fiquei deslumbrado, minha mulher normalmente me provoca muito tesão, mais aquele dia fiquei superexcitado em vê-la com seu novo biquíni. Melissa é bem morena e estava usando um sumário biquíni branco. Na praia foi o maior sucesso, chamando atenção de homens e inclusive de mulheres, mas resolvemos curtir o sol para que Melissa ficasse mais gostosa.
À noite, a presenteei com um shortinho de coton branco, que tinha escolhido a dedo para ela, e também uma tanguina branca tipo asa-delta, bem cavada. Ela ficou maravilhosa, ficou mais tesuda do que poderia imaginar, ainda mais que estava calçando sandálias de salto alto, tipo plataforma. O shortinho ficou cavado, realçando sua tanguinha.
Fomos para rua dar umas voltas e tomar uma cervejinha. Escolhemos um barzinho um pouco afastado da muvuca para ficarmos mais a vontade.
Quando sentamos à mesa, notei 4 rapazes em outra mesa, o mais velho deveria Ter no máximo uns 25 anos e o mais novo uns dezesseis.
Começamos a beber e escutando eles conversando, notamos que eram paulistas. Falei para Melissa ir ao banheiro para ver suas reações. Até eu que já estou acostumado com Melissa fiquei excitado em vê-la cainhando com aquele minúsculo shortinho, mostrando também uma tanguinha branca. Eles ficaram olhando seu rebolado e comentando uns com os outros.
Quando Melissa retornou, comentei que eles ficaram malucos. Combinamos que iríamos tentar uma aproximação com aqueles rapazes.
Um deles, se levantou e foi ao banheiro. Melissa me disse para ir também e tentar um contato. Comecei a puxar um assunto banal e perguntei se eles estavam hospedados em alguma casa e se estavam sozinhos. Ele me disse que sim, abri o jogo com ele. Disse que minha esposa, tinha a fantasia de transar com 4 homens ao mesmo tempo e que eu a incentivava a fazer isto, pois adorava ver minha esposa sentir prazer com outros homens e que aquela oportunidade seria ótima. Ele disse que por ele estava tudo bem e iria conversar com seus amigos.
Sabíamos que eles não iriam resistir aquela gostosura de mulher. O rapaz voltou em nossa mesa e nos disse que estava tudo certo. Peguei o endereço e falei para eles irem que dali 30 minutos estaríamos lá.
Melissa já estava com a bucetinha melada, só de imaginar dando para aqueles quatro garotões.
Chegando lá, eles nos encaminharam para um quarto com uns 5 colchonetes espalhados pelo chão. Começaram a passar a mão pelo corpo de minha esposa. Eles já estavam todos nus. Que tesão ver minha esposa de salto alto, com uma minúscula tanguinha branca, de quatro, no meio de 4 garotões sedentos de sexo.
Que maravilha vê-la se revezando com a chupação naqueles pintos. Assistia bem de perto ela se melando toda, esfregando os cacetes no rosto, apertando-os para sair o caldinho e esfregar no rosto.
Minha esposa, estava como uma verdadeira puta e isto me excitava bastante. Ela me olhava com uma carinha que só eu conheço e sabia que ela estava morrendo de tesão com aquela sacanagem.
Falei em seu ouvido que iria adorar vê-la bebendo a porra do mais novo. Neste instante ela começou a chupar o garoto com mais dedicação e em poucos minutos recebeu uma esporrada na garganta. Achei que ela iria tirar a boca, mas não, ela puxou ele pela bunda e atolou ainda mais o pau na boca, ficando só o saco de fora, levando linguadas.
Depois olhando no fundo dos meus olhos me perguntou se estava gostando de vê-la fazendo aquilo, ainda com um pouco de esperma escorrendo pelo canto da boca. Como conheço bem minha esposa, sabia que aquilo seria apenas o começo. Eu comandava aquela festa. Falei para Melissa sentar com a buceta em uns dos cacetes e deixar o cuzinho livre para uma dupla penetração. E assim foi feito, Melissa ficou ensanduichada naqueles pintos e chupava os outros dois.
Começaram o rodízio, pois todos queriam experimentar seu rabo delicioso e guloso, ela gemia e pedia mais e mais, gozando com aquela sacanagem.
Vendo que eles não resistiriam por muito tempo, minha esposa ficou ajoelhada, pediu para eles tirarem a camisinha e começou a chupá-los gulosamente, enfiava aqueles pintos garganta adentro, lambia os sacos, punhetava-os.
Quando sentiu que um deles começava a gozar, ela começou a esfregar aquele cacete melado de porra pela cara e seios. Daí foi um festival de porra, pois os outros também começaram a gozar em cima dela.
Ela estava linda ajoelhada entre quatro homens e toda esporrada nos seios e rosto. Eu já não aguentava mais de excitação e dei uma esporrada deliciosa dentro de sua boca para completar aquela sacanagem.
Fomos embora, para casa, continuarmos só nós dois, pois ainda estávamos com tesão.
Procuramos casais que tenham as mesmas fantasias, ou seja, onde o marido adore ver a esposa com outros, para trocarmos informações e realizarmos fantasias juntos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário